A cidade morria devagar. Alguém que coopera, sua identidade incerta e o indeciso entre a ciência do direito e a consciência do justo

Guilherme Krueger

Resumen


Proponho-se a evidenciar o que a redução ao que é essencial numa cooperativa tem a nos dizer sobre a sua identidade. Em outras palavras, proponho-se a colocar os princípios universais de identidade das cooperativas emanada pela ACI entre parênteses, isto é, suspender provisoriamente para mim a crença de sua vigência, pois só assim posso acessar de modo intuitivo a identidade das cooperativas. Postula ainda que a intuição tem o poder de visar, através das particularidades das sociedades cooperativas organizadas e dos seus negócios, uma verdade essencial, que é comum a todas as cooperativas e acessível a qualquer um. Mas, o que é essa essência?

Recibido: 15.05.2012
Aceptado: 20.06.2012


Palabras clave


cooperativas; princípios das cooperativas

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: http://dx.doi.org/10.18543/baidc-46-2012pp107-131

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.